Evergrey – Rival Petrobras, Rio de Janeiro – 22/11/2019

 Fotos e texto por Rogério Talarico

Após 9 anos, os suecos do Evergrey retornaram ao país para 3 apresentações, com a primeira delas agendada para a cidade maravilhosa. Numa sexta feira e sem banda de abertura, às 21h, ao som da caótica introdução de “A Silent Arc”, um a um os integrantes entraram no palco do Rival Petrobras com a casa parcialmente cheia.

O quinteto atualmente formado por Tom Englund nos vocais e guitarra, Rikard Zander no teclado, Johann Niemann no baixo, Jonas Ekdahl na bateria e Henrik Danhage na guitarra entrou em meio a penumbra e, com seu som extremamente alto e pesado, todos os integrantes começaram a ‘bater cabeça’ em sincronia, levando o público a fazer o mesmo. A rápida “Weightless” iniciou com todos cantando juntamente à banda, claramente emocionados e felizes após finalmente estarem vendo a banda.

“Distance” e “Passing Through”, ambas músicas de abertura do penúltimo disco, o aclamado “The Storm Within” foram executadas e animaram o público. O set list permeou por toda a carreira da banda, e clássicos como “Leave It Behind Us” do álbum “Glorious Collision” e “Monday Morning Apocalypse” do homônimo álbum não ficaram de fora. Antes da saída para o bis, a depressiva “All I Have” do último álbum foi tocada, bem como a marcante “The Grand Collapse”, deixando os fãs boquiabertos com a similaridade das canções executadas ao vivo e no estúdio.

Ao retornar ao palco, o grupo executou as antigas “When the Walls Go Down”, seguida por “Recreation Day”, com Tom dizendo que estava muito feliz em retornar ao país da caipirinha. “A Touch of Blessing”, possivelmente a mais esperada da noite foi tocada, com o público cantando em uníssono a bela canção. Tom anunciou então a última canção e “King of Errors” fechou a apresentação com chave de ouro.

Ver o Evergrey uma experiência única. O som denso, pesado e sombrio feito pela banda, juntamente com luzes escuras e muita fumaça causam uma reação singular aos presentes e fãs de música extrema. Certamente, quem não conhece e aprecia o estilo, se apaixonará em primeira vista após ver uma apresentação dos Suecos.

Set List:
A Silent Arc
Weightless
Distance
Passing Through
The Fire
Leave It Behind Us
As I Lie Here Bleeding
Black Undertow
Monday Morning Apocalypse
Words Mean Nothing
I'm Sorry (Dilba cover)
My Allied Ocean
All I Have
The Grand Collapse

Encore:
When the Walls Go Down
Recreation Day
A Touch of Blessing
King of Errors

Pesquisa

Redes Sociais

Newsletter