Epica – Tropical Butantã, São Paulo – 26/10/2019

Por Rogério Talarico

O Epica é uma banda que definitivamente já está consolidada no país e isso é comprovado com seus shows, estando quase sempre esgotados ou esgotados, como foi o caso do último dia 26 de Outubro em São Paulo. Mesmo após pouco tempo de sua última visita ao país em Março do ano passado, os holandeses conseguiram tal feito mostrando o crescimento de popularidade da deles pelo país.

Mark Jansen e cia vieram ao país divulgando a turnê comemorativa de 10 anos de lançamento do álbum "Design Your Universe", presenteando quem não pode ir a Europa para cerca de apenas 15 datas que o grupo marcou por lá, em comemoração de um de seus álbuns mais aclamados pela mídia especializada mundo afora. Pontualmente as 20h30min, a banda capitaneada pelo guitarrista Mark e pela bela Simone Simons pisou no palco do Tropical Butantã ao som de "Samadhi".

O sexteto resolveu presentear os fãs tocando quase todo o álbum em divulgação na integra, com exceção de White Waters, originalmente é um dueto entre Simone e Tony Kakko do Sonata Arctica, porém sendoi tocada de forma instrumental no final do show enquanto os integrantes saiam do palco. Entre uma e outra canção do álbum, os integrantes falaram algumas palavras em português e inseriu alguns hits de outros álbuns, como a bela "Quietus", tocada após da longa "Kingdom of Heaven" e até mesmo "In All Conscience", lado B do álbum "The Quantum Enigma" música nunca antes tocada até este ano.

Um grande diferencial de ver o Epica ao vivo é a interação existente entre os membros do grupo: além de não pararem um segundo sequer no palco, eles interagem muito com o público e mais ainda entre eles, seja brincando, rindo ou até mesmo ‘ajudando’ o outro a tocar os instrumentos, cena repetidas pelo guitarrista Isaac Delahaye, pelo tecladista Coen Janssen e por Mark algumas vezes durante o show. Simone não fica de fora e brinca demais com seus colegas, mostrando que eles ainda se divertem muito na estrada e toda essa alegria é contagiante.

Os pontos fortes do show certamente foram as canções pouco executadas durante a carreira deles como "Our Destiny" com uma incrível interpretação de Simone e "Burn to a Cinder". Impossível não citar também "Tides of Time" que foi cantada quase à capella por Simons enquanto o público empunhava seus celulares ao alto, com luzes ligadas. A primeira parte do show encerrou com a pesada e ensurdecedora "Design Your Universe" com o baterista Arien mostrando toda a sua destreza, sendo a última canção tocada do álbum de 2009.

Para o bis, deixaram mais algumas clássicas como a já batida "Sancta Terra", "Beyond the Matrix" e a música que encerra todos os shows do grupo desde 2005, a incrível "Consign To Oblivion". O Epica não precisa mais provar nada a ninguém e vem surpreendendo lançamento após lançamento, esperamos que não demorem para voltarem ao país com mais e mais shows, trazendo sempre fortes emoções como as proporcionadas nesta noite.

Set List:

Resign to Surrender
Unleashed
Martyr of the Free Word
Our Destiny
Kingdom of Heaven
Quietus
In All Conscience
The Price of Freedom
Burn to a Cinder
Tides of Time
Deconstruct / Semblance of Liberty
Cry for the Moon
Design Your Universe

Encore:

Sancta Terra
Beyond the Matrix
Consign to Oblivion

Pesquisa

Redes Sociais

Newsletter