Anneke Van Giersbergen - Hangar 110, São Paulo - 16/03/2013

Por Rogério Talarico
Fotos por Bárbara Martins

Anneke Van Giersbergen ficou mundialmente conhecida pelo seu trabalho na banda The Gathering e posteriormente também no Agua de Annique, seu projeto solo. Após três anos de sua última passagem pelo Brasil, Anneke retornou ao país para duas apresentações, sendo a primeira na conhecida casa de shows Hangar 110, em São Paulo.

Às 21h20min, Anneke subiu no palco acompanhada por sua banda, e iniciou sua apresentação com seu mais novo single “Feel Alive”, sorrindo a todo momento à seus fãs. Divulgando ainda seu mais novo álbum intitulado “Everything is Changing” lançado em 2012, foram tocadas a pesada “My Boy” e “Take me Home”, em que se ouviam perfeitamente todos os instrumentos, estando a casa com o som perfeitamente equalizado. Relembrando sua carreira na Agua de Annique, “Bealtiful One” e “Fury” foram executadas, com Anneke assumindo um violão e sendo acompanhada em coro pela animada plateia.

Iniciou então “You Want to be Free”, a canção mais alegre de todo show, com Anneke e banda dando um show de entrosamento entre si e com seus fãs, que acompanharam a banda com palmas por quase toda a música. “Circles” e a sua primeira cover da noite, “Here Comes the Rain” do Eurythmics foram tocadas, mas somente em “Saturnine” do The Gathering, o público foi à loucura cantando todo o coro existente nesta canção, juntamente com a banda. Após o termino, Anneke agradeceu seu público e falou “Vamos pular, pois isso é um show de Rock!”, iniciando “Stay”, provavelmente a música mais pesada de seu novo CD, porém em contrapartida, “1000 Miles Away from You” foi a mais emocionante do show, tanto pelo ‘felling’ dessa música quanto pela interpretação de Anneke.

Porém o clima não ficou calmo por muito tempo, já que Anneke iniciou “Strange Machines”, talvez a música mais esperada de todo o show, em que todo o público pulou e cantou. Antes de sair para um breve intervalo, a banda ainda executou “Hope, Pray, Dance, Play” e outra cover, “Hyperdrive”, de Devin Townsend.

Após a banda sair do palco, Anneke retornou com um violão para um momento mais intimista, executando canções acústicas, sendo a primeira “My Electricity” do The Gatering, com o público fervorosamente cantando. Anneke então perguntou ao público qual música queriam ouvir, e a escolhida foi “Hey Okay”, que a cantora prontamente iniciou, mostrando muito apreço aos fãs e também “Sunny Side Up”, do Agua de Annique.

Com a banda retornando ao palco, Anneke agradeceu a todos pela presença falando que sua felicidade é poder estar nos palcos e que amava o público brasileiro, e infelizmente finalizou a noite com a bela “Witnesses”, do Agua de Annique. Por todo o show, Anneke e banda permaneceram alegres, sorridentes e muito comunicativos com o público, esbanjando um carisma e profissionalismo impar, certamente deixando gravado na memória de cada fã presente este belo show organizado pela Overload Records.

Set List:

Feel Alive
My Boy
Take Me Home
Beautiful One (Agua de Annique song)
Fury (Agua de Annique song)
You Want to Be Free
Circles
Here Comes the Rain Again (Eurythmics cover)
Saturnine (The Gathering song)
Stay
1000 Miles Away from You
Strange Machines (The Gathering song)
Hope, Pray, Dance, Play
Hyperdrive (Devin Townsend cover)

Acoustic
My Electricity (The Gathering song)
Hey Okay! (Agua de Annique song)
Sunny Side Up (Agua de Annique song)

Encore:

Witnesses (Agua de Annique song)

Agradecimentos à Gustavo e Lucas Novaes da Overload Records pela atenção ecredenciamento.

Pesquisa

Redes Sociais

Newsletter