16/12/2012 | MOONSPELL - Inferno Club, São Paulo/SP

O ano esta quase acabando, mas não antes dos paulistanos presenciarem o belo show do Moonspell que aconteceu no último dia 12 no Inferno Club. Às 20h30 o público que encheu a casa já entoava o nome da banda portuguesa enquanto a introdução de Axis Mundi era tocada e os músicos subiam ao palco.

O vocalista Fernando Ribeiro usava uma máscara e já interagia muito com os fãs enquanto se dividia cantando em três línguas diferentes e contava com o público para fazer um bonito coro no refrão. Logo em seguida podemos ouvir a pesada Alpha Noir e algumas palavras do vocalista que claramente estava se esforçando para amenizar o sotaque português para que todos pudessem o compreender.

Anunciando uma viagem ao fim da terra o Moonspell deu ínicio a Finisterra, sucesso do álbum Memorial de 2006. Continuando com a sequência de sucessos a atmosférica, Night Eternal animou muito o público. Com uma pequena pausa Fernando disse estar feliz por estar comemorando vinte anos de carreira no Brasil e nos levou em uma viagem até 1996 com o single Opium e a compassada Awake do álbum Irreligious.

Nos levando a uma dimensão mais pura Scorpion Flower foi interpretada e a falta da maravilhosa Anneke van Giersbergen ao vivo foi substituida pelas vozes impetuosas dos fãs. Voltando mais um pouco ouvimos a leve porém não menos contagiante Nocturna.

Sem mais delongas White Skies e seu clima mais industrial antecedeu a poética e clássica Abysmo. De volta ao mais novo lançamento, Lickanthrope com todo seu peso e solos de guitarra emociantes reavivou o público juntamente com Em Nome Do Medo. De volta ao primeiro grande sucesso, Wolfheart, a banda começou uma sequência arrasadora com Wolfshade, An Erotic Alchemy, a inédita em solo brasileiro Vampiria e a folclórica Trebaruna. Alma Mater, ponto alto da noite, deu fim a primeira parte do show.

Após uma pausa não silenciosa preenchida pelas vozes ansiosas por mais do Moonspell, ouvimos Everything Invaded, Mephisto e a clássica Full Moon Madness completando assim uma setlist extensa porém nada cansativa, cheia de novos e antigos sucessos. A banda foi impecável e interagiu muito com os presentes. Definitivamente um show que não poderia faltar em um ano com uma agenda tão cheia e para mim, um dos melhores shows que tive o prazer de escrever sobre.

Setlist
1- Axis Mundi
2- Alpha Noir
3- Finisterra
4- Night Eternal
5- Opium
6- Awake
7- Scorpion Flower
8- Nocturna
9- White Skies
10- Abysmo
11- Lickanthrope
12- Em Nome Do Medo
13- Wolfshade (A Werewolf Masquerade)
14- An Erotic Alchemy
15- Vampiria
16- Trebaruna
17- Alma Mater
__________________________________

18- Everything Invaded
19- Mephisto
20- Full Moon Madness

Pesquisa

Redes Sociais

Newsletter