Motörhead - Via Funchal, São Paulo - 16/04/2011

Por Rogério Talarico
Fotos por Bárbara Martins

 

A banda Alarde, responsável pela abertura do show, entrou no palco fazendo um som um tanto quanto diferente, meio alternativo demais para o público fanático pelo Heavy Metal, público este que não aceitou muito bem esta desconformidade de som e vaiou demasiadamente a banda, mostrando desrespeito à banda que fez o seu trabalho decentemente, mesmo que muito diferente para esta ocasião, saindo do palco, sem mais palavras, cumprindo seu papel.

Às 22h30min foram feitos os últimos ajustes no palco e nos instrumentos, mostrando que dali a pouco Lemmy Kilmister acompanhado por sua trupe entraria no palco. Quando a banda não precisa de superproduções, não é necessário nem mesmo música de abertura. Kilmister, acompanhado por Phil Campbell e Mikkey Dee somente entraram no palco, agradecendo e cumprimentando o público, sem mais.

“Iron First” deu início para uma uma noite fenomenal com marcantes solos de guitarra seguida por “Stay Clean” com enorme destaque para Dee, que tocava sua bateria com intensa agilidade e perfeição, indo diretamente para  uma de seu novo CD ‘’The World is Yours”, “Get Back the Line” com Lemmy e Dee interagindo entre sí. “Metropolis” iniciou com Lemmy contando até 3 para todos irem à loucura, momento que se via uma criança na platéia com aproximadante  12 anos muito animada e até imitando os mesmos movimentos de bateria feitos por Dee.

Dando continuação, foram tocadas “One Night Stand” e “Rock Out”  que  levou o público a loucura onde começavam a fazer as primeiras rodas de bate-cabeça.  Um magnífico solo de guitarra precedendo “The Thousand Names of God  ” que emocionou e deu calmaria ao show. Após, “I Got Mine  ”,  “I Know How to Die ” também do novo CD, “The Chase Is Better Than the Catch ” e “In the Name of Tragedy ” que teve um excelente solo de bateria, com Dee levantando-se e pedindo empolgação dos presentes.

“Just 'Cos You Got the Power” iniciou com todo peso, com riffs marcantes de guitarra, dando sequência para a trinca perfeita que dispensa comentários: “Going to Brazil” uma breve homenagem feita por Lemmy que expressa o seu gosto por nosso país, a empolgante “Killed by Death  ” e a inenarrável “Ace of Spades ”,com Lemmy se despedindo e brindando com sua bebida, saindo para o Bis.

Com o publico fervoroso, gritando pelo Motörhead, voltaram ao palco para tocar a essencial “Overkill” que teve uma versão estendida com a banda tocando o final diversas vezes devido a empolgação do público, que fazia bate-cabeças,e logo após Lemmy agradecendo pela noite e literalmente tirando o chapéu para os fãs,  encerrando assim uma esplendida noite em São Paulo.

Set List:

1. Iron Fist  
2. Stay Clean  
3. Get Back In Line 
4. Metropolis  
5. Over the Top
6. One Night Stand  
7. Rock Out   
8. Guitar Solo   
9. The Thousand Names of God  
10. I Got Mine 
11 .I Know How to Die   
12. The Chase Is Better Than the Catch   
13. In the Name of Tragedy   
14. Just 'Cos You Got the Power  
15. Going to Brazil   
16. Killed by Death   
17. Ace of Spades

Encore:

18. Overkill

 

Para conferir mais fotos, CLIQUE AQUI.

 

Agradecimentos à Top Link e Heloisa Vidal

Pesquisa

Redes Sociais

Newsletter