Rudy Sarzo - Manifesto Bar, São Paulo - 27/09/2012

Quinta feira costuma não ser um dia propício para shows, mas não se tratando de um show de uma lenda do Rock, o baixista Rudy Sarzo. Conhecido mundialmente por atuar em bandas como Quiet Riot, Ozzy Osbourne, Whitesnake, DIO e M.A.R.S, o baixista que marcou história por fazer parte de álbuns e shows clássicos dessas bandas aclamadas, desembarcou em São Paulo para um único show repleto de homenagens às bandas que participou.

Marcado para as 21h, o show teve um atraso de mais de 1 hora, pois Rudy, muito simpático com seus fãs recebeu calorosamente todos que estavam no tradicional Manifesto Bar antes do show se tornando algo único. Sarzo foi simpático e muito atencioso com todos, autografando coleções de CDs e tirando fotos, sempre com sorriso no rosto.

Após subir ao palco, juntamente com a banda de apoio convidada para este show, formado pelos brasileiros Nando Fernandes (vocal), Rodrigo Vanni (guitarra), Gil Corrêa (baixo), Appolo Moreira (bateria) e Mauricio Del Bianco (teclados e backing vocals), Rudy que se comunicou em espanhol com seus fãs, apresentou os competentes músicos e se adiantou falando que aquele momento seria único, e certamente foi.

Iniciou o show com um grande clássico “Picking Up The Pieces” do Quiet Riot e relembrou o falecido Randy Roads, com quem tocou no Quiet e no Osbourne. Falando deste último, foram tocadas “Crazy Train”, com Rudy iniciando a música com as costumeiras porradas em seu baixo - típica ação da era do álbum “Speak of the Devil”, em que ele permaneceu na banda -, “War Pigs”, “Snowblind” e “Paranoid” do Black Sabbath, que mesmo não tendo feito parte de formação alguma, tocou para alegrar a noite e por sempre ter tocado-as com o Madman.

Não faltaram também clássicos do Riot. Foram executadas “Cum On Feel The Noize” e “Bang Your Head”, e também a “Fantasy” da banda M.A.R.S., sendo sua primeira execução ao vivo. O impressionante neste show intimista foi que Rudy tocava as canções e contava momentos importantes e descontraídos de sua carreira e em todo momento elogiava sua banda de apoio, falando que não haveria banda melhor para fazer tal homenagem.

Iniciando sua era no Whitesnake, tocou a ótima e calma “Here I Go Again”, “Fool For Your Loving” e agitada “Still Of The Night”. Relembrando o finado DIO, a iniciou a alegre “Rainbow In The Dark”, “Don´t Talk To Strangers”, a pesada “Holy Diver” e o hino “Heaven And Hell”. Fechou a noite com “Highway To Hell” do AC/DC que mesmo não fazendo parte de sua carreira, tocou-a pela alegria da música e para os fãs, encerrando de forma magnífica está ótima e intimista produção do Manifesto Bar.

Set List:

1 - Picking Up The Pieces (QUIET RIOT)
2 - Crazy Train (OZZY OSBOURNE)
3 - War Pigs (BLACK SABBATH)
4 - Snowblind (BLACK SABBATH)
5 - Paranoid (BLACK SABBATH)
6 - Cum On Feel The Noize (SLADE/QUIET RIOT)
7 - Bang Your Head (Metal Health) (QUIET RIOT)
8 - Fantasy (M.A.R.S.)
9 - Here I Go Again (WHITESNAKE)
10 - Fool For Your Loving (WHITESNAKE)
11 - Still Of The Night (WHITESNAKE)
12 - Rainbow In The Dark (DIO)
13 - Don´t Talk To Strangers (DIO)
14 - Holy Diver (DIO)
15 - Heaven And Hell (BLACK SABBATH)
16 - Highway To Hell (AC/DC)

Agradecimentos a Heloísa Vidal da Brasil Music Press e a Miriam Martinez pela atenção e credenciamento.

Pesquisa

Redes Sociais

Newsletter