Eluveitie - Estúdio M, São Paulo - 20/01/2012

Por Rogério Talarico
Fotos por Bárbara Martins

Após exatamente 1 ano, os suíços do Eluveitie retornaram ao Brasil para mais 3 shows  em terras tupiniquins,  sendo um deles em São Paulo, no Estúdio M. Com um público bem maior que o do ano passado, vieram na promessa de fazer uma premiére de seu novo álbum, ‘Helvetios’ que será lançado no mês que vem via Nuclear Blast.

Ao chegar na casa de shows em plena sexta feira, notava-se uma fila razoavelmente grande pelo dia e ainda mais por ser em horário comercial e, ali se via alguns integrantes da banda do lado de fora da casa tomando café do outro lado da rua, fato que passou um pouco despercebido por alguns fãs, sendo uma cena inédita. Os felizardos que reconheceram esses integrantes tiveram a oportunidade única de ter um ‘meet&greet’ sendo recepcionados com muita simpatia, talvez mostrando o porquê a casa lotaria no final da noite.

Por volta das 20h30min iniciou-se uma apresentação de encenação de uma batalha Vicking, algo que não agradou muitos que ali estava, talvez por fugir totalmente do proposto musical da noite. Porém ás 21h15min, a banda comandada por Chrigel Glanzman no vocal subiram ao palco, muito comunicativos e sorridentes com seu fiel público, que ovacionou a banda de forma impar. Após uma breve introdução, a banda começou show com “Everything Remains As It Never Was” e após Chrigel bradar: “São Paulo, Let´s Go...Jump!”, surgiram os primeiros acordes de  “Nil” com o público obedecendo e pulando no decorrer da musica. Já em “Kingdom Come Undone”, Chrigel ainda não parecia contente com a empolgação, pediu para abrirem uma grande roda e ‘lutarem por sua liberdade’, e ao toque da bateria abriu um gigantesco ‘bate-cabeça’, e ao término emendou com “Calling the Rain”.

Em "Thousandfold", música do álbum ‘’Everything Remains (As It Never Was)"  do ano de 2010, o entrosamento e animação da banda e público estavam perfeitos, talvez por ser seu single mais conhecido. Após anunciar que não tocariam uma das novas musicas previstas, pela também vocalista  Anna Murphy (Hurdy Gurdy*, Vocais) ter perdido sua voz, anunciaram “Meet the Enemy” e uma surpresa, “Havoc”, ambas do álbum à ser lançado, ‘Helvetios’, foram muito bem recebidas pelo público. Após, o show seguiu com “Tarvos”, “The Arcane Dominion”, “The Song of Life”, “Your Gaulish War” e “Inis Mona”, e durante o refrão a banda ensinou o público a cantá-lo em Gaulês, língua interpretada pela banda. Terminada a canção a banda saiu do palco e deixou todo o público agitado, pedindo uma música a mais.

Com a banda retornando após alguns minutos, voltaram com o final esperado pelos fãs, seu single “Tegernakô”, encerrando assim uma bela apresentação para os fãs deste estilo pouco difundido no Brasil o Vicking/Celtic Metal, apresentação que deixaria admirados até mesmo os que não apreciam este estilo.

*Espécie de viola de corda.

Set List:

1.Intro
2. Everything Remains As It Never Was
3. Nil
4. Kingdom Come Undone
5. Calling the Rain
6. Thousandfold
7. Meet the Enemy
8. Havoc
9. Tarvos
10. The Arcane Dominion
11. The Song of Life
12. Your Gaulish War
13. Inis Mona

BIS
14. Tegernakô

Agradecimentos: Costábile Salzano Jr. - The Ultimate Press

Por Rogério Talarico
Fotos por Bárbara Martins

Pesquisa

Redes Sociais

Newsletter