Anathema Carioca Club, São Paulo - 12/08/2017

Por Rogério Talarico

Com o lançamento do álbum “The Optmist” em Junho deste ano, é claro que os ingleses do Anathema passariam pelo Brasil e assim o fizeram no último dia 12 de Agosto. Com o show começando às 19h, os 3 irmãos Vincent Cavanagh nos vocais, Daniel Cavanagh na guitarra, Jamie Cavanagh no baixo, John Douglas na bateria, Lee Douglas no vocal feminino e o multi instrumentista Daniel Cardoso nos teclados, entraram no palco ao som de “San Francisco” ecoando pelos amplificadores do Carioca Club.

Na introdução de “Untouchable Part 1”, Vincent distribuiu águas e cervejas ao seus fãs que se aglomeravam enfrente ao palco. Após, como costumeiramente fazem, emendou a execução de “Untouchable Part 2”,  levando o público ao delírio.

O grupo fez história mesclando seu som peculiar ao Doom Metal, porém mudou bastante seu estilo musical, fato este comprovado nas músicas de seu recente lançamento que foram executadas nesta noite, como a eletrônica “Endless Ways” em que Lee executou com perfeição suas linhas vocais deixando todos boquiabertos,  e a homônima  e calma “The Optimist”. Ainda mais 2 canções do novo álbum foram executadas mais para o final do show, como “Can’t Let Go” e seu primeiro – e ótimo – single, a faixa “Springfield”.

A banda mostrou que estava em perfeita sintonia e pura felicidade. Além de constantes brincadeiras e muito sorriso entre os integrantes, entre a pausa de uma das canções, Vincent apareceu com uma caixa de morangos em mãos e começou a jogar ao público, com as palavras “É isso que você paga, quando vem ao show do Anathema: você bebe cervejas, come morangos e ainda ouve uma boa música”, dando um ar totalmente descontraído ao show. Antes de se retirar do palco, o grupo ainda executou as boas “Universal” e “Closer”.

No primeiro retorno, tocaram a já citada “Springfield”, além das ótimas “A Natural Disaster” e “Distant Satellites”, com Vincent tocando uma caixa de bateria à frente do palco e, mesmo com problemas técnicos, foi um momento marcante na apresentação devido sua notável expressividade.

Em suas outras últimas passagens pelo país (2013 e 2015), a banda havia focado suas apresentações em músicas de recentes lançamentos. Porém, na reta final da apresentação, presentearam o público com canções dos álbuns “Judgement” (1999) como “One Last Goodbye” que foi cantada pelo Daniel e também “Lost Control”, “Destiny” e “Shroud of False”, contidas no álbum “Alternative 4”, lançado em 1998. Encerraram a apresentação após 1h40min com a habitual ”Fragile Dreams”.

Mesmo tendo mudado seu estilo musical inicial, a banda que possui muita sinergia no palco soube balancear sua apresentação e percorreu por músicas de toda sua carreira, mostrando perfeição nas execuções de faixas antigas e novas, deixando contente cada fã ali presente.

Set List Anathema:

Untouchable, Part 1
Untouchable, Part 2
Endless Ways
The Optimist
Deep
Pitiless
Forgotten Hopes
Destiny Is Dead
Dreaming Light
Can't Let Go
Universal
Closer

Bis:
Springfield
A Natural Disaster
Distant Satellites

Bis 2:
One Last Goodbye
Lost Control
Destiny
Shroud of False
Fragile Dreams

Agradecimentos ao Costábile Salzano Jr da The Ultimate Music pela atenção e credenciamento.

Pesquisa

Redes Sociais

Newsletter