Behemoth - Carioca Club, São Paulo - 07/11/2014

Por Leandro Cherutti

Um dos nomes mais polêmicos da música extrema na atualidade, o Behemoth, desembarcou na cidade de São Paulo no ultimo dia 7 de novembro e realizou uma inesquecível apresentação na casa de shows Carioca Club. Os poloneses trouxeram nesta oportunidade a turnê de seu mais recente álbum The Satanist.

O grupo se formou em 1991 na cidade de Gdynia (Polônia) por Adam Michael Darski, mais conhecido pelo público por Nergal. Inicialmente a banda executava um Black Metal em sua mais pura essência, mas com o decorrer dos anos passou a adicionar elementos do velho Death Metal a sua música, criando assim uma sonoridade única e que passou a ser referência para outras bandas posteriormente. Em 2010, Nergal gerou polemica em seu país ao rasgar um exemplar da bíblia durante uma apresentação e também enfrentou um grave problema de saúde, um tipo de câncer conhecido como leucemia e frente esta situação a banda entrou em um estado de hibernação por algum tempo. Após vencer esta grande batalha em sua vida, Nergal retomou as atividades e o Behemoth voltou aos palcos em outubro de 2011.  Agora vamos ao que interessa.

O Carioca Club estava completamente tomado por uma legião de fãs, que esperavam ansiosamente por esta distinta banda. Toda esta espera terminou às 19h15, quando uma introdução tomou conta do ambiente, contaminando de imediato o público que começou a gritar repetidamente o nome Behemoth em alto e bom tom. O grupo adentrou com as luzes apagadas e assim os músicos se posicionaram no palco, com o Seth (guitarra) ficando do lado esquerdo, Orion (baixo) no direito, Inferno (bateria) ao fundo, em uma posição um pouco mais elevada que os ademais. Por último apareceu Nergal, trazendo em cada uma das mãos uma pequena tocha, criando desta forma um clima sombrio, que abriu espaço para a primeira canção da noite, a excelente Blow Your Trumpets Gabriel, que veio seguida de Ora Pro Nobis Lucifer. Ambas pertencem ao ótimo disco The Satanist de 2014.

O andamento do show se deu com uma seqüência avassaladora, encabeçada por Conquer All, que atingiu o público de forma contagiante, fazendo com que os mesmos acompanhassem os acordes desferidos pelos músicos com o grito Hey! Hey! Hey! A próxima a ser executada não deixou por menos, chegou forte e imponente, mostrando todo o poder musical do grupo, estou me referindo a Decade of Therion. E finalizando esta série tivemos As Above So Below, Slaves Shall Serve e Christians to the Lions.

Em suas apresentações pelo mundo, o Behemoth usa e abusa da iluminação, utilizando muito a cor azul e vermelha e isto não foi diferente em show de São Paulo, o grupo se aproveitou da boa infraestrutura da casa e assim proporcionou um belíssimo espetáculo, não só musical como também visual. The Satanist foi à próxima faixa a ser tocada e neste momento um forte cheiro de incenso tomou conta da casa, tudo graças a Nergal, que balançava de um lado para o outro um defumador, muito semelhante ao usado pela igreja católica. Após todo este ritual mandaram à boa Ov Fire and the Void e continuaram com as canções Furor Divinus e Ludzie Wschodu, esta última é um cover da banda polonesa Siekiera, esta versão ficou ótima, diga-se de passagem. Para a reta final, os músicos reservaram Alas, Lord Is Upon Me, At the Left Hand ov God e também Chant for Eschaton 2000, que foi à última antes do bis.

O Behemoth retornou ao som de O Father O Satan O Sun! Que em sua metade proporcionou aos fãs uma encenação quase que teatral, as luzes se apagaram e os músicos se retiraram por um instante, quando uma luz em tonalidade avermelhada voltou a iluminar o palco, os quatro integrantes já estavam devidamente posicionados e tocavam seus instrumentos de forma quase imperceptível, os mesmos ainda usavam uma máscara que possuía grandes chifres, proporcionando assim uma visão infernal. Desta forma o grupo se despediu do público.

Em pouco mais de 1 hora de apresentação, o grupo realizou um show preciso e contagiante, fazendo valer à pena o esforço realizado por cada um dos presentes naquela noite satânica.

Setlist: Behemoth

Blow Your Trumpets Gabriel
Ora Pro Nobis Lucifer
Conquer All
Decade of Therion
As Above So Below
Slaves Shall Serve
Christians to the Lions
The Satanist
Ov Fire and the Void
Furor Divinus
Ludzie Wschodu (cover Siekiera)
Alas, Lord Is Upon Me
At the Left Hand ov God
Chant for Eschaton 2000

Bis:
O Father O Satan O Sun!

Para conferir mais fotos e em alta resolução, clique nas miniaturas das fotos ou clique aqui.

Agradecimentos ao Costábile Salzano Jr da The Ultimate Music pela atenção e credenciamento.


Pesquisa

Redes Sociais

Newsletter