Queens of the Stone Age - Espaço das Américas, São Paulo - 25/10/2014

Resenha por Isabel Ferreira
Fotos cedidas por Midiorama 

Na última quinta-feira, 25 de setembro, a banda Queens of the Stone Age se apresentou para um lotado Espaço das Américas em sua quarta passagem pelo Brasil (Rock in Rio/2001, SWU/2011 e Lollapalooza/2013) e primeiro show solo.

Alain Johannes (ex-QOTSA e Them Crooked Vultures) ficou encarregado da abertura, seu repertório transitou entre músicas solo, sua banda Eleven e do projeto Desert Sessions. Com uma performance voz e violão, Alain conseguiu a atenção da plateia.

Era pouco mais de dez da noite quando Josh Homme (voz e guitarra), Jon Theodore (bateria), Troy Van Leeuwen (guitarra), Michael Shuman (baixo) e Dean Fertita (teclado) subiram ao palco com “You Think I Ain’t Worth a Dollar, but I Feel Like a Millionaire” executada com som potente, chegando a encobrir a voz de Josh, seguida do hit “No One Knows”(ambas do terceiro álbum Songs for the Deaf), celebrada pelo público que acompanhou cantando a melodia inicial. Mantendo o astral, vieram “My God is the Sun” e a dançante “Smooth Sailing” do álbum que conduziu a turnê, o elogiado “...Like a Clockwork”.

Mesmo antes da metade do show tornou-se visível porque este era um dos shows mais aguardados do ano, a banda envolveu a plateia de forma que todos estavam focados e correspondiam à performance cheia de energia. E quando pediram em coro para que tocassem “Mexicola”, Josh respondeu “Viemos de longe especialmente para tocar para vocês esta noite. Vamos tocar o que quiserem!”, o pedido foi de fato atendido mais ao final da apresentação.

Em um dos pontos altos do show, “Feel Good Hit of Summer” recebeu uma citação de “Never Let me Down Again” da banda inglesa Depeche Mode. A set list consistente mostrou-se adequada, com doses perfeitas de hits, clássicos e novas músicas de trabalho. A recepção da plateia foi a prova de que a banda acertou em cheio na escolha combinada à execução virtuosa.

 “Go With the Flow”, um dos maiores sucessos, encerrou a primeira parte e, em seguida, o BIS com “The Vampyre of Time and Memory”, “Do it Again” e “A Song for the Dead” encerrou a performance impecável do Queens of the Stone Age em São Paulo na qual a banda se afirmou como uma das melhores e mais competentes da música atual, dotada de ousadia, vivacidade e excelência.

Set List: 

You Think I Ain't Worth a Dollar, but I Feel Like a Millionaire
No One Knows
My God Is the Sun
Smooth Sailing
Monsters in the Parasol
I'm Designer
I Sat by the Ocean
…Like Clockwork
Feel Good Hit of the Summer
The Lost Art of Keeping a Secret
If I Had a Tail
Little Sister
Fairweather Friends
Make It Wit Chu
I Appear Missing
Sick, Sick, Sick
Mexicola
Go With the Flow 

Encore:

The Vampyre of Time and Memory
Do It Again
A Song for the Dead

Agradecimentos a Isabel Ferreira pela resenha. 

Pesquisa

Redes Sociais

Newsletter