Obituary - Clash Club, São Paulo - 27/04/2014

Por Leandro Cherutti

Há 26 anos, surgiu nos Estados Unidos da América, um dos maiores nomes da música extrema, o Obituary. No final dos anos 80 e inicio dos anos 90, a banda concebeu ao mundo, três importantes álbuns, que se tornaram referencia dentro do estilo Death Metal. Os discos são respectivamente: Slowly We Rot (1989) Cause of Death (1990) e The End Complete (1992), indispensáveis em qualquer coleção. No ultimo dia 27 de abril, estes monstros da música extrema norte americana, desembarcaram em São Paulo para a realização de um show memorável. Nesta oportunidade, trouxeram um setlist clássico, dando ênfase a esses três álbuns citados por mim. O lugar escolhido para tal comemoração foi à casa de eventos Clash Club, localizada próximo ao Memorial da América Latina, zona oeste da cidade.

Foi em uma noite típica de outono, fresca e agradável, que os fãs compareceram em grande numero a Rua Barra Funda, 969, se aglomerando em sua grande parte em bares adjacentes a casa, para a realização daquele tradicional aquecimento antes do show. Quando adentrei na Clash Club, notei que o numero de fãs já era grande em seu interior, e isto só foi aumentando com o passar do tempo, até que todo o recinto ficou completamente preenchido. Aproximadamente às 21h, a banda começou a se posicionar no palco e o primeiro a comparecer foi o baterista Donald Tardy, que estava trajando somente uma bermuda camuflada e um boné, o músico ao entrar, saudou o público, segurando em ambas as mãos uma latinha de cerveja. O próximo foi o guitarrista Kenny Andrews, que seguiu para o lado direito do palco, na seqüência tivemos o experiente e conhecido baixista Terry Butler, que se posicionou perto de Kenny. O lado esquerdo contou com a presença marcante do guitarrista Trevor Perez e por ultimo, entrou a voz do terror, John Tardy.

Os músicos iniciaram logo de cara, com a perfeita Stinkupuss, levando o público à loucura. Após tocarem este clássico, Trevor solicitou a mesa de som que aumentasse um pouco o volume de sua guitarra. Passado este pequeno contratempo, o quinteto mandou outras três arrepiantes composições Intoxicated, Bloodsoaked e Immortal Visions, todas as faixas executadas até o presente momento são originárias do disco Slowly We Rot. O repertório continuou com a boa Gates to Hell, aumentando ainda mais a emoção na pista, pois os moshpits estavam intensos. Com certeza, quem esteve naquela região se sentiu literalmente dentro de um tornado, devido à agitação desses fãs mais ensandecidos. Sem deixar o animo diminuir, tocaram a enérgica Infected, que manteve o show em alto nível.

O Obituary esta prestes a lançar um novo álbum, sendo assim, a banda proporcionou aos presentes uma pequena demonstração, tocando na seqüência duas novas canções, as quais não revelaram os nomes. Na empolgação e no calor do momento os fãs reagiram muito bem a estas inéditas. Um show nota 10 até o presente momento em minha opinião, a banda se portou de forma enérgica e contagiante e os fãs estavam se “digladiando” na pista, uma combinação perfeita e o combustível para tudo isto eram as excelentes músicas que estavam sendo tocadas. Não tem como não se contaminar pelo som, olhe esta trinca avassaladora e tire suas conclusões Chopped in Half, Turned Inside Out e Body Bag.

A próxima música que deu andamento ao show foi Back to One, que antecedeu a ótima Killing Time, em seguida apresentaram The End Complete e Dead Silence, todas do belo disco The End Complete. Neste momento a banda realizou uma pequena pausa, era hora do bis, o que viria a ser um péssimo sinal naquele momento, pois significava que o espetáculo estava chegando ao seu fim. Ao retornar, os músicos tocaram mais uma nova canção e encerraram a grande apresentação com dois hinos I'm in Pain e Slowly We Rot. A banda se despediu do público jogando algum tipo de objeto para a platéia, o que me pareceu ser palhetas, mas não posso precisar com certeza. Donald Tardy veio até a frente e agradeceu a todos que compareceram, enquanto isto Trevor e Terry registravam em seus respectivos celulares aquele momento único.

Foi uma noite de arrepiar, um repertório quase inacreditável de se ouvir nos tempos atuais, a banda proporcionou uma atuação excelente e os fãs realizaram da melhor forma possível o seu papel no evento. Agora é aguardar o novo trabalho do grupo e esperar o mais breve possível retorno do Obituary à terra da garoa.

Setlist – Obituary

Stinkupuss
Intoxicated
Bloodsoaked
Immortal Visions
Gates to Hell
Infected
Música Nova

Música Nova
Chopped in Half
Turned Inside Out
Body Bag
Back to One
Killing Time
The End Complete
Dead Silence
Bis:
Música Nova
I'm in Pain
Slowly We Rot

Agradecimentos: Marcão da Batucada Comunicação & Rock Brigade


Pesquisa

Redes Sociais

Newsletter