MaYan: Mark Jansen e Simone Simons convidam os fãs para a turnê brasileira

A produtora Dark Dimensions acaba de divulgar um vídeo em que Mark Jansen e Simone Simons convidam os fãs brasileiros do MaYan para os shows que a banda fará no mês de Novembro no Brasil. A turnê passará por São Paulo (26/11), Rio de Janeiro (27/11) e Curitiba (28/11). O MaYan conta com a participação de vários membros do Epica, além de ex integrantes do Delain e After Forever. Saiba maiores informações sobre os shows na nossa agenda e confira logo abaixo o vídeo.

Apoio: MetalConcerts.net .:: Seu Portal de Shows de Metal

 

Resenha: Black Label Society - Bar Opinião, Porto Alegre - 14/08/2011

por Carol Flores da MetalConcerts.net

Chuva e mais um show de metal num domingo à noite no já conhecido Bar Opinião. Típica noite na capital gaúcha. Ledo engano. Os shows do último domingo não entram na classificação de “típicos”, pelo contrário: do público presente, passando pelo ótimo show de abertura e a aguardada atração principal, tudo indicava que a noite seria diferente. E realmente foi.  Zakk Wylde é um nome que dispensa apresentações no meio metal. Um dos melhores guitarristas da atualidade esteve finalmente de volta ao Brasil com o Black Label Society. A espera pelo show, que era para ter acontecido meses antes, foi recompensada por completo.

Para conferir a resenha completa, CLIQUE AQUI.

 

Disturbed: Vocalista David Draiman envia Recados aos Fãs Brasileiros

A Produtora Negri Concerts disponibilizou um vídeo postado no Youtube, onde o vocalista David Draiman, da banda Disturbed envia um recado especial aos Fãs Brasileiros. Veja o vídeo logo abaixo:

O DISTURBED se apresentará dia 23/08/2011 no Espaço Lux em SBC. Para adquirir já o seu ingresso, CLIQUE AQUI.

Para obter mais informações, clique aqui

Agradecimentos: Produtora Negri Concerts: www.negriconcerts.com.br

Apoio: MetalConcerts.net .:: Seu Portal de Shows de Metal

 

Resenha: DevilDriver - Carioca Club, São Paulo - 13/08/2011

por Laís Tomaz da MetalConcerts.net

No último sábado, dia 13 de Agosto, aconteceu no Carioca Club o show do DevilDriver, para quem procurava uma alternativa ao Black Label Society, foi uma ótima escolha! A banda não decepcionou em nada, mostrando todo sua energia e empolgação com a plateia brasileira.

Mas antes, já às 19h começava o show de abertura da banda This Grace Found, com ótima presença de palco e interação com o público, eles impressionaram, animaram o público, aproveitaram para mandar uma mensagem: "Não somos uma banda de abertura, somos brasileiros como vocês, lutamos como vocês, apoiem o metal nacional" e encerraram o show com um ótimo cover do Lamb of God.

Após apenas 30 minutos de espera, aos gritos do público o show do DevilDriver teve inicio com a clássica "End Of The Line" e seus riffs avassaladores, depois de um breve agradecimento foi dado inicio a "Hold Back The Day" fazendo o público pular e gritar "Devildriver" ao fim da canção, a banda se juntou ao coro e sorridente agradeceu a presença dos fãs.

Para conferir a resenha completa, CLIQUE AQUI.

 

Resenha: Black Label Society - HSBC Brasil, 13/08/2011

por Rogério Talarico da MetalConcerts.net

Após 3 anos, o Black Label Society comandado pelo exímio guitarrista Zakk Wylde, retornou ao Brasil com presença garantida na cidade de São Paulo, no HSBC Brasil.

Começando pontualmente as 22Hrs, ainda com uma cortina vermelha estendida sobre o palco, o show começou com a introdução feita em piano da “New Religion”, do CD “Shot to Hell”. Com uma sirene ensurdecedora e com luzes vermelhas sobre o palco, uma voz anunciou Zakk Wylde e sua banda, que logo entrou ao palco executando “Crazy Horse” com Zakk usando um cocar de índio, “Funeral Bell” e a conhecida “Bleed For Me”, na qual se escutava a platéia fervorosa no refrão desta música.

Como se faltasse mais peso para este show, a forte batida de “Demise of Sanity” quase levou todos à insanidade, emendada por seu novo single “Overlord” e também da nova “Parade of the Dead”, ambas contidas no CD “Order of the Black” e “Born to Lose”. Depois de apresentar toda sua banda e literalmente puxar saco para seus músicos (que realmente são muito bons, comunicativos e extremamente habilidosos), a única música calma de seu show, “Darkest Days” iniciou, com Zakk sentado à frente de um teclado, primeiramente solando e depois a executando, mostrando que não é somente um mestre das cordas e sim das teclas também.

Para conferir a resenha completa, CLIQUE AQUI.
Para conferir mais fotos, CLIQUE AQUI.

 

Pesquisa

Redes Sociais

Newsletter