The Agonist - Carioca Club, São Paulo - 12/06/2011

Por Rogério Talarico
Fotos por Bárbara Martins

A banda Ecliptyka entrou no palco às 18h40min, mostrando profissionalismo não somente dos músicos, mais sim da produtora, Dark Dimensions na pontualidade de seu evento. Antes de entrar no palco a banda de Jundiaí já arrancava gritos histéricos do público chamando-os com seu metal pesado, executaram perfeitamente a ‘’Open Act’’ do show do The Agonist, ao longo das 10 músicas tocadas, sendo uma a música Rose of Sharyn, cover da banda Killswitch Engage, destaque para a voz de Helena e o peso do baixo de Eric, não excetuando a presença de palco e entrosamento de toda a banda.

Pontualmente às 20H, com todo o público pulando e exacerbando alegria, a banda entrou no palco muito agitada e com a agressividade que uma banda como o The Agonist deveria ter. Iniciaram a noite com "Swan Lake" seguida por "Live Intro" com todos os integrantes pulando, 'batendo cabeça' e se comunicando com seu público. Seguiram com "The Tempest", de seu mais recente trabalho de divulgação, o álbum "Lullabies for the Dormant Mind", "Rise And Fall" e "... And Their Eulogies Sang Me To Sleep" também de seu recente álbum, com Alissa provando que mulher também sabe gritar e cantar, indo do agudo ao gutural em questão de segundos, com a maior naturalidade possível, não surpreendendo seu público, mas embasbacando a todos pela agressividade presente em sua voz.

Por ter influências musicais no estilo Death Metal, o show não contou com baladinhas e músicas lentas, foi peso atrás de peso e como prova disso foi executada a agitada "Serendipity" e "Martyr Art" que causou euforia ao público e então, um de seus maiores singles deu-se início, "Thank You, Pain" que teve como abertura um pequeno solo de piano seguido por "When The Bough Breaks", "Birds Elope With The Sun" e "Globus Hystericus", todos de seu ultimo álbum, não abrindo margem pros fãs reclamarem da banda não executar suas melhores e últimas músicas.

A todo momento, Alissa cumprimentava todo seu público demonstrando apreço e atenção, tendo como exemplo deste fato a "Born Dead, Buried Alive" e "Forget Tomorrow" em que, ao comando de Alissa, foi iniciado um 'bate-cabeça' na platéia, que foi somente interrompido por um solo de guitarra, que roubou a atenção de todos e, ao termino, a banda saindo para o Bis.

Após alguns minutos, a banda retornou ao palco e para a surpresa de muitos, foi executada uma nova música "Lonely Solipsis", deixando a todos eufóricos para mais um 'bate cabeça', finalizando com agradecimentos da banda pela ótima noite que o público tinha lhe proporcionado e encerrando o show com a mais esperada da noite, "Business Suits And Combat Boots", de seu primeiro CD, com Alissa parando no refrão desta canção e ensinando ao seu público como se canta, para que todos a acompanhassem em uníssono, tendo uma resposta extremamente positiva por parte do público e assim concluiu com uma ótima e singular primeira passagem da banda ao Brasil.

 

Set List:

01 - Swan Lake
02 - Live Intro
03 - The Tempest
04 - Rise And Fall
05 - ... And Their Eulogies Sang Me To Sleep
06 - Serendipity
07 - Martyr Art
08 - Thank You, Pain
09 - When The Bough Breaks
10 - Birds Elope With The Sun
11 - Globus Hystericus
12 - Born Dead, Buried Alive
13 - Forget Tomorrow

Encore:

14 - Lonely Solipsis (New Song)
15 - Business Suits And Combat Boots

 

Agradecimentos: Dark Dimensions

Pesquisa

Redes Sociais

Newsletter